Descubra quais são os 6 cursos de graduação mais bem pagos do Brasil.

Não é a um valor específico, pois cada empresa determina seus salários, mas a uma base entre elas, mas alguém que pretende ser um bom profissional não deveria pensar só no dinheiro mas sim no que condiz com jeito com seu modo de vida.

Para assim você aprende mais fácil a se adaptar melhor, e ser assim, um melhor profissional, atingindo assim o sucesso pois dinheiro é importante, mas não é tudo, não esqueça do seu bem estar, pois se você faz algo só pelo dinheiro, aquilo lhe expressará e com o tempo você vai odiar seu emprego, e assim se arrepende de sua escolha, mas como o dinheiro é sempre importante afinal é o que gira o nosso mundo, não deve ser o mais importante, mas também é uma das coisas que deve se analisar.

E ainda há um porém, uma profissão que está em alta hoje pode não ser tão lucrativa daqui a 5 ou 6 anos. No entanto, existem alguns cursos que, mesmo com as incertezas da economia, costumam estar entre as profissões mais bem pagas do País.

1. Medicina

Os cursos da área da Saúde costumam garantir bons salários aos profissionais formados. Fatores como o tipo de especialização, tempo de carreira, região do País onde se trabalha e o grau de estudo (mestrado, doutorado, etc.) influenciam bastante o salário destes profissionais.

A média nacional de remuneração dos médicos é de R$ 8,4 mil, mas, dependendo da especialização este valor pode ser muito maior. O cirurgião plástico é o que tem um dos maiores salários: R$ 18,5 mil. Os médicos que optam por ampliar sua formação na área de gestão e assumir cargos como a diretoria de um hospital, por exemplo, podem chegar a ter um salário por volta de R$ 50 mil depende do quanto você tá desposto a estudar.

2. Odontologia

A carreira em Odontologia é bastante promissora, e se expandiu muito nos últimos anos. Além de cuidar e tratar dos dentes e da mordedura, os profissionais desta área lidam com distúrbios relacionados à estrutura da boca, face e pescoço.

A remuneração média dos profissionais de Odontologia é de R$ 5,4 mil mensais. Mas esse valor pode sofrer alterações dependendo do cargo exercido pelo profissional e também pelo tempo de carreira. Quem se forma em Odontologia pode atuar como dentista, ortodontista, odontopediatra, endodontista, etc. O cirurgião dentista, por exemplo, pode atingir uma média salarial de R$ 9,4 mil.

Muitos profissionais da área da Odontologia, possuem seu próprio consultório e acabam não recebendo um salário fixo. Porém, dependendo do serviço prestado e da região do País onde ele trabalha, isto pode significar ganhos maiores que a média salarial nacional, dependendo só do quanto é bom seu trabalho, criando assim fama e por conseguinte alta procura

3. Direito

Quem forma-se em Direito, tem diversas possibilidades de atuação no mercado de trabalho. Como advogado, o profissional pode se especializar em diferentes áreas, como, por exemplo, trabalhista, tributário, civil, penal, etc.

>>Não saia sem adicionar nosso número em sua agenda, para não perder as novidades, depois basta mandar um "OI" no WhatsApp 75 99879-7106. TOTALMENTE DE GRAÇA!! >>

O salário de um advogado pode variar muito e depende, além da experiência do profissional, do tipo de empresa em que ele atua. Organizações de pequeno porte, por exemplo, pagam desde R$ 2.500 até R$ 5.000 para advogados iniciantes (dependendo da especialização). Já as de grande porte chegam a pagar entre R$16.000 a R$ 20.000 para os advogados com maior experiência.

A carreira pública é muito desejada por profissionais do Direito, e pode ser também muito lucrativa. Concursos públicos para juiz, por exemplo, chegam a oferecer um salário inicial de R$ 20 mil, sem contar as gratificações, mas o mesmo também pode trabalhar para o ganho próprio, abrindo o seu escritório e assim ganham de acordo com sua clientela, podendo ganhar até milhares de reais dependendo das causas que pegue.

4. Engenharia

Existem mais de trinta tipos diferentes de cursos de Engenharia, em diversas especialidades. As opções vão desde áreas voltadas para a tecnologia, até aquelas dedicadas ao meio ambiente.

Em comum, os cursos de Engenharia formam profissionais bastante disputados no mercado de trabalho. O salário inicial de um engenheiro é um dos maiores do país e está acima de R$ 4 mil mensais. Profissionais com mais de 10 anos de experiência chegam a ganhar por volta de R$ 40 mil.

Dos cursos de Engenharia que costumam estar entre as profissões mais bem pagas do país estão Engenharia Ambiental, de Petróleo e Civil, mas também existem engenharias que não são tão valorizadas como estás, ganhando assim um valor menor, mas mesmo assim ganhando bem.

5. Administração

O curso de Administração é bastante generalista, e forma profissionais capazes de atuar em diferentes departamentos dentro de uma empresa. O salário de um administrador depende muito do cargo ocupado. Existem profissionais da área presidindo grandes companhias, e outros atuando como supervisores em pequenas empresas, e o mesmo ainda pode se especializar ganhando assim muito mais.

Importante ressaltar que o curso de Administração, também prepara o profissional para empreender seu próprio negócio, assim podendo ficar até milionário, só vai depender de uma boa ideia e uma boa prática, muitas já conseguiram, você pode ser mais 1.

Os cursos de especialização e pós-graduação, assim como o tempo de serviço e o acúmulo de experiências, contam muito para que um administrador tenha uma boa remuneração.

O Conselho Federal de Administração (CFA), sugere um salário mínimo de R$ 2.250 para profissionais iniciantes. Um supervisor administrativo, por exemplo, tem um salário médio de R$ 4,9 mil. Já um diretor financeiro, no auge da carreira, pode ganhar por volta de R$ 30 mil.

6. Análise e Desenvolvimento de Sistemas

O setor de Tecnologia da Informação (TI), costuma ter bons salários e vagas sobrando no mercado de trabalho. Quem faz o curso de Análise e Desenvolvimento de Sistemas, por exemplo, pode chegar a ganhar R$ 57.000 se ocupar cargos de diretoria.

Um analista de sistemas recém-formado costuma entrar no mercado de trabalho ganhando pelo menos R$ 2.000, sendo que a média salarial nacional gira em torno de R$ 4 mil.

Alguns fatores influenciam na definição do salário deste profissional, tais como: tempo de experiência, cursos de especialização, cidade onde atua, porte da empresa entre outros.

Comente