Festas de fim de ano, algo importante para a economia

Como sabemos,  na virada se trás bastante turistas para o nosso país, isso significa que o fim de ano é um bom momento para se obter lucro, e exclusivamente as festas de fim de ano. As maiores concentrações de turistas são nas praias, como as do Rio de Janeiro,  Salvador, Santos e entre outras por todo o Brasil, é nesses pontos onde vendedores ambulantes concentram suas vendas, além disso, tem a alta procura por hotéis a beira mar, que nesse período lotam, além dos gastos  nos comércios locais.
No Rio de Janeiro foi bem visível o acréscimo em relação a 2016, teve-se por volta de 2,7 milhões de turistas, deve-se injetar R$ 2 bilhões na economia carioca. Isso é essencial para poder manter as conta do nosso país em dia. O Rio é o estado mais procurado para a virada do ano, contou com 25 toneladas de fogos de artifício e que proporcionou, ao público, 17 minutos de show pirotécnico.
Esse crescimento teoricamente da atividade turística é importante para qualquer economia, seja ela nacional, regional, ou local, pois o deslocamento constante de pessoas aumenta o consumo, motiva a diversidade de produção de bens e serviços, e possibilita o lucro e a geração de emprego e renda, sendo assim, podemos concluir que as festas de fim de ano, só tem a acrescentar economicamente nas vidas dos brasileiros.
Uma pesquisa feita pelo Ministério do Turismo, aponta que 95% dos turistas estrangeiros que estiveram no Brasil têm intenção de voltar ao país. O levantamento avaliou 16 itens de infraestrutura e serviços turísticos, como: hospitalidade, alojamento, gastronomia, aeroportos, segurança, limpeza, sinalização turística, entre outros. Ao todo, 37.634 turistas foram entrevistados. Isso é muito bom para o país, pois quanto mais as pessoas gostarem do Brasil, haverá mais chance dos turistas retornarem e movimentar a economia novamente.

Comente