Humorista Vinícius Vieira vence processo contra o cantor Luan Santana

O humorista Vinícius Vieira, ex-“Pânico”, Record, que atualmente está no SBT, venceu um processo judicial movido pelos compositores da música “Amar Não é Pecado”, interpretada por Luan Santana.

Segundo o jornalista Leo Dias, do jornal “O Dia”, a justificativa do processo era pelo fato de que Vinícius estava ofendendo a obra, com uma paródia feita por ele durante um programa de rádio.

O processo é de dano à imagem, e eles alegaram que Vinícius foi ofensivo com uma paródia feita por ele em um programa de rádio, em São Paulo, e pediam R$200 mil reais de indenização. O processo se iniciou em 2012, mas só nesta semana saiu a sentença favorável ao humorista, como informa Leo Dias.

>>Clique no nosso número para ter notícias de graça 75 99879-7106. TOTALMENTE DE GRAÇA!! >>

“Fiquei surpresa com a letra preconceituosa. É uma paródia muito agressiva. Daí, mostramos a música para os compositores (Marco Aurélio, Fred, Gustavo e Márcia Araújo) e eles não gostaram nada disso. Inclusive, não foi pedido nem a autorização para a tal piada. E o Luan Santana não tem nada a ver com isso. Até procuramos ele, mas o cantor não quis saber de entrar no processo. É uma ação dos compositores contra o humorista e a rádio”

disse ele na época para o R7.

 

Na ocasião, Vinícius desconfiava da conversa de que o Luan não tinha nada haver com isso.

“O Luan está querendo dar uma de bonzinho. E é claro que eles não querem que falem no nome dele. Mas, então, por que estão pedindo indenização por dano à imagem?”

indagou também ao R7.

Conhecido por fazer imitações de Gugu Liberado, Vinicius atualmente faz parte do quadro fixo de “A Praça é Nossa” como João Dólar, satirizando o prefeito de São Paulo, João Doria.

 

Caso tenha gostado, adicione 5 estrelas!
[Total: 0 Average: 0]

Comente