Quem é mais inteligente, cachorro ou gato? Pesquisa mostrou a resposta

Há muito tempo vem a dúvida, quem é mais inteligente, cachorro ou gato?
Uma pesquisa recente mostra a resposta.
O estudo usou como base o tamanho do cérebro de cada animal, e a quantidade de neurônios de ambas as espécies.
Pesquisadores da Universidade Vanderbilt, no Estado de Tenessee, nos EUA, concluíram  segundo essa pesquisa, que os cães são mais inteligentes que os gatos.

A pesquisa não usou apenas o tamanho do cérebro para chegar ao resultado, mas também investigaram a quantidade de neurônios do córtex cerebral de cada uma espécie, mais especificamente, as células que estão associadas aos processos mais complexos de pensamento e comportamento.
Os estudiosos provaram que os cachorros têm duas vezes mais células celebrais em uma região ligada ao pensamento, planejamento dentre outros comportamentos complexos.

>>Clique no nosso número para ter notícias de graça 75 99879-7106. TOTALMENTE DE GRAÇA!! >>

Segundo os pesquisadores da Universidade Vanderbilt em Nashville, Tennessee, afirmam que o número de neurônios no córtex cerebral de um animal é uma marca registrada da sua inteligência.
Pois, o córtex é a maior camada do cérebro e está associado a uma série de características comportamentais complexas.
De acordo com a pesquisa, os cães têm cerca de duas vezes mais neurônios corticais.
Na pesquisa foi descoberto que os  cães possuem cerca de 530 milhões de neurônios corticais, enquanto os gatos só possuem cerca de 250 milhões.
Muitos vão se perguntar se é muito ou pouco, em comparação, um cérebro humano que abriga cerca de 16 bilhões de neurônios corticais, a quantidade de neurônios de gatos e cães é muito baixo.

“Eu acredito que o número absoluto de neurônios que um animal tem, especialmente no córtex cerebral, determina a riqueza de seu estado mental interno e sua capacidade de prever o que está prestes a acontecer em seu ambiente com base na experiência passada”,

declarou o autor principal, Dr. Herculano Houzel ao site de notícias da Universidade Vanderbilt.

Agora você não precisa fazer mais aquela antiga pergunta, “Quem é mais inteligente, cachorro ou gato?”.

Comente