Titi falou alguns pontos importantes, e falou do jogo contra a Bolívia

Titi falou sobre pontos de vista muito bem colocados. O Brasil enfrenta a seleção da  Bolívia, quinta-feira, às 17h (de Brasília), no Estádio Hernando Siles, em La Paz.  A seleção brasileira já está classificada para a copa de 2018 na Rússia. Tite  falou em entrevista coletiva de alguns pontos sobre o jogo e a seleção.

Quando foi perguntado sobre altitude da Bolívia, Titi falou:

Já estive duas vezes a La Paz e temos uma estratégia. A posse de bola é uma marca da equipe. Mas tenho outras estratégias táticas que vou segurar um pouco (risos).

Resgate do futebol:

Eu não resgatei nada. Eu tenho uma equipe muito legal. Um grupo de atletas que comprou uma ideia. É o futebol que entendo como o futebol do Telê Santana, do Ênio (Andrade). É o futebol que entendo de equipe. E fazer parte disso é legal.

Titi falou da polêmica envolvendo Neymar e Cavani:

Acompanhei tudo através da imprensa. Não busquei nenhuma informação. Foi emblemático e vibrei, quando meteram uma bola para o Neymar, e de letra, deixou o Cavani na cara do gol.
Vibrei quando o Neymar marcou de pênalti e apontou para o Cavani. Não é a situação egoísta de “eu sou o cara”. Isso é senso de equipe, é a grandeza. Meus olhos me fizeram vibrar.

Sobre Diego que foi cortado por lesão:

Conversei com o Diego e falei duas coisas: se sinta em paz. Vive um momento difícil na equipe, foi para Campinas e deu o máximo. Isso é conduta, caráter e grandeza. Isso transcende futebol. Que ele se sinta orgulhoso apesar do sentimento de frustração.

Ainda falou do goleiro Alex Muralha do Flamengo:

Pedi para ele (Diego) dar um abraço no Muralha, que tem meu respaldo e respeito profissional. Decisão por pênaltis é injusto e desumano. Falo porque já passei por isso. Eu acabaria com isso se pudesse. Faria Golden Goal ou qualquer outra coisa. Acho pênaltis muito injusto com os cobradores e com os goleiros.

Ficha técnica

BOLÍVIA X BRASIL

Local: Estádio Hernando Siles, em La Paz.
Data e horário: quinta-feira, às 17h (de Brasília).
Provável escalação: Alisson, Daniel Alves, Thiago Silva, Miranda e Alex Sandro; Casemiro; Paulinho, Renato Augusto, Philippe Coutinho e Neymar; Gabriel Jesus.
Pendurados: Miranda, Casemiro, Paulinho, Renato Augusto, Neymar, Gabriel Jesus, Daniel Alves e Fernandinho.
Arbitragem: Fernando Rapallini, auxiliado por Diego Bonfá e Gabriel Chade (todos da Argentina).
Transmissão: TV Globo (Galvão Bueno, Casagrande, Ronaldo e Arnaldo Cézar Coelho), SporTV (Milton Leite, Maurício Noriega e Muricy Ramalho) e GloboEsporte.com
299 300 301 palavras

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

16 − 16 =