Sinal analógico deve ser adiado por dois motivos

Desligamento da TV analógica deve ser adiado

O processo de desligamento da TV analógica no Brasil vem sofrendo atrasos constates no seu cronograma. E mais uma vez, as datas poderão mudar, de acordo com o presidente da Anatel, Juarez Quadros, determinados municípios com previsão de desligamento, para maio e agosto poderão ser adiados para alguns meses para que aconteça a migração total para o sinal digital devido à Copa do Mundo e as eleições.

Próximas cidades

O cronograma prevê que as cidades de Maceió (AL), Belém (PA), Manaus (AM), Teresina (PI), João Pessoa (PB) e Aracaju (SE) terão o sinal analógico desligado em 30 de maio. Mas, para isso, é necessário que haja cobertura de TV digital em 93% dos domicílios, se essa meta não for atingida, o desligamento só ocorrerá após a Copa do Mundo, que acontece em julho.

>>Clique no nosso número para ter notícias de graça 75 99879-7106. TOTALMENTE DE GRAÇA!! >>

Um grupo de cidades também está com previsão de desligamento para 14 de agosto, onde estão incluídos os municípios de Rio Branco (AC), Macapá (AP), Palmas (TO), Campo Grande (MS), Cuiabá (MT) e Porto Velho (RO). Nesse caso, se não houver cobertura suficiente de sinal digital, o desligando acontecerá após as eleições, em outubro.

Metas da Anatel

Quando uma cidade não atinge a meta de 93% de cobertura de TV digital (há uma margem de erro de três pontos para mais ou para menos), o procedimento da Anatel é adiar o desligamento em duas ou três semanas. Essas cidades terão tratamento diferenciado porque “não dá para desligar em plena Copa, é meio arriscado”, segundo Quadros. No grupo de agosto, há também a questão da propaganda eleitoral gratuita.

Caso tenha gostado, adicione 5 estrelas!
[Total: 0 Average: 0]

Comente