Coronel João Sá e mais 10 municípios terão mudanças territoriais.

Já faz algum tempo que as delimitações desses dois estados vêm causando alguns conflitos, mas nesses últimos meses algumas reuniões foram feitas, para que a Bahia e Sergipe chegassem a algum acordo.
As divisões territoriais desses dois estados foram criadas na década de 40, naquela época os métodos cartográficos não eram exatos, ou seja, as fronteiras não foram divididas de maneira correta.




O principal intuito dessa mudança nas fronteiras, é apenas ajudar a população, já que vários municípios são beneficiados por municípios do estado vizinho, como por exemplo, 5 povoados de Monte Alegre-SE, que recebem abastecimento de água, instalação de energia elétrica, e até mesmo os títulos eleitorais são do Município de Pedro Alexandre na Bahia.
Além de Pedro Alexandre, os outros municípios que também terão revisões territoriais, são Canindé de São Francisco, Poço Redondo, Monte Alegre de Sergipe, Nossa Senhora da Glória, Carira, Pinhão, Poço Verde e Simão Dias, municípios do estado de Sergipe; e Santa Brígida, Coronel João Sá e Paripiranga, pertencentes à Bahia.

 





Como já citado, essa reforma tem o intuito de facilitar o dia-a-dia dos baianos e sergipanos que moram próximos à divisa. Moradores de Coronel João Sá por exemplo, geralmente resolvem “todos” seus problemas em cidades do estado vizinho, não que a Bahia seja incapaz de solucionar quaisquer problemas, mas sim, pela distância de uma cidade mais desenvolvida, e principalmente da capital baiana, que fica a mais de 400 KM.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

2 × três =