O atual estado de saúde brasileiro, algo para ser observado

Atualmente o Brasil sofre com um quadro de saúde alarmante, pois a sua saúde pública vai de mal a pior. O estado de saúde brasileiro se agrava ao passar do tempo, muitos brasileiros estão indo a óbito por falta de medicamentos apropriados, e tratamento para determinadas doenças, que geram um estado terminal comprometedor nos pacientes.

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), os brasileiros e todo o país em si, têm os planos de saúde mais preocupantes e escassos, de demais serviços e profissionais em algumas áreas, comparado a países subdesenvolvidos. O Brasil ocupa as últimas posições do ranking mundial,  pois o ranking tem 191 posições no geral. Entretanto essa colocação comparada aos países mais pobres, está em constante declínio dos padrões mundiais de saúde.

A calamidade na saúde pública vem de um longo processo de gestões administrativas fracassadas, os repasses dos governos para os estados já não acontecem conforme as necessidades da população, e o solicitado legalmente, para essa área que anda em carência nos últimos anos.

Os principais afetados por todo o conjunto da obra, são os mais necessitados, e as classes mais baixas, que fazem o país funcionar. As principais regiões afetadas por falta de recursos e auxílios, são o nordeste e o norte. Mesmo o Sul tendo vários casos de doenças cancerígenas, os modos de vida de algumas regiões permitem acesso a diferentes recursos, ausentes em outras regiões.

É  preciso mudar, e essa mudança tem que ser positiva em todos os aspectos, pois a população sofre em muitas áreas do poder público, da política com a corrupção, a saúde com falta de atendimento, saneamento básico com a falta de higienização a água potável. As classes mais baixas são as que sentem na pele o quanto é árduo e doloroso, pagar o preço que não foi gerado por suas ações. Ou seja, o estado de saúde brasileiro não é nada bom, mas os olhos precisam está abertos para tudo.

NÃO SAIA AINDA. Você quer ser o primeiro a saber das grandes notícias? Se a resposta for SIM, salve nosso número 075 9 9879-7106 , e manda um OI no WhatsApp, tenha nossas notícias no seu WhatsApp de GRAÇA. Vai continuar mal informado?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

3 × 5 =