Transplante de órgãos, uma busca inacabável.

 

O filme “Um ato de coragem”, de Nick Cassavetes, retrata a vida de um rapaz que necessita urgentemente de um transplante de coração. Essa realidade, no entanto, não existe apenas em filme. Fora dele, há inúmeras pessoas que precisam de uma doação de órgão para continuar vivendo, mas o número de doadores é insuficiente para uma demanda muito elevada.



Há uma dificuldade muito alta no processo de doação, pois, na maioria dos casos, o número de famílias que se recusam a doar órgãos subiu 41%. Isso ocorre mesmo quando o paciente já havia expressado o desejo de ajudar o próximo. Certamente, muitas dessas famílias têm razões morais, religiosas e até medo. Estes são os principais motivos que prejudicam a ação de doar. A legislação brasileira contribui para essa realidade, uma vez que a atual lei sobre doação estabelece o modelo de doação consentida, segundo o qual só se pode remover órgãos e tecidos com autorização da família. Segundo dados da ABTO (Associação Brasileira de Transplante), em um ano morreram 2,3 mil pessoas à espera de um transplante, outro sentimento que se expressa com frequência ao se falar em transplante é a angústia daqueles que esperam por um órgão, conscientes de que a sua vida pode ter um fim durante a espera. O procedimento é simples, deve haver uma entrevista objetiva, após o diagnóstico da morte encefálica, deixando claro à família que os órgãos estão aptos a serem doados.



O número de doações ainda é insuficiente para um grande contingente. Nesse sentido, campanhas, devem estimular as famílias para que as pessoas que necessitam, possam ser ajudadas. Ademais, os meios de difusão de informações, como a televisão, outdoor, rádio, internet são importantes, pois fazem com que o povo converse mais sobre o assunto. Além disso, alterar a constituição, com o intuito de aumentar o número de doadores, formalizando a intenção de doar e fazer com que as famílias respeitem a vontade do parente que venha a se tornar um doador.

Caso tenha gostado, adicione 5 estrelas!
[Total: 0 Average: 0]

Comente

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

1 × quatro =