Educação moderna, assuntos antigos. Sistema educacional brasileiro.

 

A escola, é o ambiente de aprendizado, lá a maioria das pessoas formam vários princípios. A educação é algo essencial para o ser humano, o ser sem sabedoria em tempos modernos, tendem a ficar para trás na sociedade, não ficam com os melhores cargos empresariais, não conseguem os diversos sonhos e metas, que haviam planejado, mas quando o sistema educacional é falho, o que fazer?




O sistema de educação precisa ser atualizado de imediato, os jovens não vêem assuntos da atualidade, estudam por obrigação, para suprir a necessidade de nota, que cada escola exige. Os assuntos não são algo criativo, que induza a curiosidade dos alunos, os mesmos assuntos vistos hoje, são praticamente os vistos há 20, 25 anos.

>>Não saia sem adicionar nosso número em sua agenda, para não perder as novidades, depois basta mandar um "OI" no WhatsApp 75 99879-7106. TOTALMENTE DE GRAÇA!! >>

Ao invés de formarmos cidadãos preparados para a vida hoje, preparamos pessoas para viver em tempos remotos, épocas onde era anormal saber quem descobriu o Brasil, hoje, vemos isso até no máximo o 5° ano, e depois varias vezes no ensino médio. Não fazem pessoas para a atualidade, mas sim, pessoas antigas. Claro, é importante saber tudo sobre nossas raízes, mas tendo em mente, alguns limites de tempo, para que coisas novas sejam introduzidas na grade escolar.

Sabemos que os mesopotâmios criaram os primeiros sistemas hídricos, mas não somos informados como são os de hoje, como anda a construção moderna, como são feitas as coisas de agora. Saímos do ensino médio sem saber o que é infração, sem algum tipo de educação política, para ajudar a sociedade a escolher candidatos mais dignos.




As aulas são enfadonhas, são motivos para decorar, os assuntos, não para aprender. Talvez, com a proposta do novo ensino médio, as aulas comecem a ficar mais agradáveis.
Uma das ferramentas mais utilizadas na atualidade, é a internet, e nem por isso, existe alguma matéria voltada para tecnologia na grade curricular, as poucas aulas de informática, são menos do que o básico, praticamente aprende-se a ligar o monitor de um computador.

Comente