Empoderamento da mulher o que é? E como isso muda a sociedade

A sociedade em que vivemos ainda é extremamente machista, mas a cada dia o movimento feminista vem crescendo com, isso a cada dia fica maior  o poder da mulher na sociedade, alguns fatos que demostram o empoderamento da mulher, são os recentes casos na globo e em hollywood, onde homens famosos estão sendo desmascarados, mostrados como realmente são.

A maioria foram acusados de assédio sexual, mas alguns foram acusados até de estupro, isso ficou escondido por muito tempo, porque as mulheres que sofriam os abusos não tinham coragem para falar para o mundo sobre o que sofreram, pois os acusados eram muito famosos e homens, e numa sociedade machista como a que vivemos, as mulheres tinham medo do que aconteceria com elas. Mas bastou apenas uma mulher ter coragem e se empoderar, e assim, mostrar o seu Empoderamento, que todas as outras que sofreram o mesmo abuso tiveram coragem de denunciar e a partir disso, se espalhou um movimento de fortalecimento da mulher pelo mundo, onde vários casos foram relatados, vários artistas foram expostos como estupradores e assediadores.

O ato de empoderar é considerado uma atitude social que consiste na conscientização dos variados grupos sociais, principalmente as minorias, sobre a importância do seu posicionamento e visibilidade como meio para lutar por seus direitos.

O empoderamento da mulher consiste em uma força para lutar e não baixar a cabeça, em saber do seu poder e saber usar esse poder, consiste em saber que as mulheres têm que ser respeitadas e que ninguém pode tocar nelas sem a permissão das mesmas.

Mas esse empoderamento da mulher tem um lado ruim, que é o exagero, nada demais é bom, então o exagero nesse âmbito também não é de bom tom, as mulheres que exageram, querem tanto poder para a mulher, que começa a achar que todo homem não presta, algumas começam a odiar os homens a achar ruim todos os tipos de cantadas, até as sem agressividade, quando se chega nesse ponto, deve-se repensar sobre o empoderamento da mulher,  as mulheres devem sim se empoderar mas não ao ponto de odiar homens.

Leia também:Mulher no mercado de trabalho, uma luta diária

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

três × 4 =