Preocupante: Instituto medico legal de Sergipe registra 12 homicídios do final de semana.

>>Clique no nosso número para ter notícias de graça 75 99879-7106. TOTALMENTE DE GRAÇA!! >>

O Instituto Médico Legal (IML) registrou 12 homicídios no final de semana prolongado com o feriado da Semana Santa. Os crimes representam 50% das mortes violentas atendidas pelo IML entre a quinta-feira, 13, e a manhã do Domingo de Páscoa, 16 , ou seja em um estado como Sergipe, um dos mais perigosos do Brasil, os assassinatos chegam a igualar as mortes naturais, e se nada for feito pelos governantes, onde Sergipe chegará ? Chegará a 99% das mortes sendo por assassinato, talvez se nada for feito.
Entre as vítimas de homicídios estão duas mulheres: uma foi morta por tiros no povoado Lagoa Redonda, em Porto da Folha, e a outra com golpes de arma branca no povoado Moita Formosa, em Itabaiana. O primeiro crime praticado contra uma mulher aconteceu na quinta-feira, 13, em Itabaiana, tendo como vítima Zenilda Vieira dos Santos, 37. O outro foi registrado no domingo, 16, em Porto da Folha, na madrugada do domingo, 16, tendo como vítima Francilene Freitas Costa, 30.
O maior número de homicídios aconteceu entre a quinta-feira, 13, e a sexta-feira, 14. Naquelas 24 horas, o IML registrou cinco homicídios. Em Tomar do Geru, tendo como vítima André Santos de Oliviera, 22. No Santa Maria, em Aracaju, a vítima foi um homem não identificado, morto com golpes de arma branca. Em Ribeirópolis, Júlio César Alves Oliveira, 28, foi morto a tiros, na quinta-feira, 13, no povoado Fazendinha, e outros dois ocorreram em Itabaiana: um homem não identificado e Zenilda Vieira foram atingidos por golpes de arma branca.
Entre o sábado, 15, e o domingo, 16, o IML registrou quatro homicídios: Francilene Feitas atingida por tiros em Porto da Folha, um homem não identificado, cujo corpo foi encontrado com sinais de violência em um terreno baldio, em Aracaju; Gerivaldo Torres Valença, 55, foi atingido por tiros em Nossa Senhora de Lourdes, e Josilmo Alves Primo, 31, foi atingido por tiros no Santa Maria, em Aracaju, e morreu no Hospital de Urgência de Sergipe (Huse).
Entre a sexta-feira, 14, e o sábado, 15, foram três homicídios: Mateus Teixeira da Cruz, 32, foi morto a tiros no Loteamento São Brás, em Nossa Senhora do Socorro; Gladston Douglas da Silva, 25, foi morto a tiros no conjunto Bugio, em Aracaju, e Felipe Rodrigo Galdino Oliveira, 22, no bairro Rosa Elze, em São Cristóvão graças a insegurança que ronda as cidades de Sergipe a criminalidade está correndo solta por o estado, não que no Brasil inteiro não seja assim, mas Sergipe, sendo um dos menores Estados deveria ter melhor capacidade de se defender da criminalidade, mas não é isso que acontece.

Comente