Entenda a importância de ter energia nuclear no Brasil.

 

Onde está a energia nuclear?  Pouco mais que 2% da energia utilizada no país deriva das usinas
nucleares, desde sempre a hidráulica lidera o ranking, seguida da
termoelétrica. Esse baixo índice de produção deve-se ao fato da alta
periculosidade dos resíduos do urânio,  principal fonte da usina. O urânio
é um material radioativo que pode causar doenças nos seres vivos.

Atualmente para o país a energia nuclear seria uma boa opção, pois com
as fortes secas que diminuíram os volumes dos reservatórios, assim
afetando a produção das hidroelétricas, a ativação das usinas
termoelétricas têm um grande problema, uma vez que há a queima do
material fóssil, agrava a emissão de gases do efeito estufa.

>>Clique no nosso número para ter notícias de graça 75 99879-7106. TOTALMENTE DE GRAÇA!! >>

Um dos maiores produtores dessa energia é o Estados Unidos, com mais 100
reatores ativos, mas a grande peculiaridade é com o Japão, sendo o
terceiro maior produtor, o país se localiza em um ponto não muito
favorável para a produção, pois o encontro das placas tectônicas causa
constantes tremores de terra e a consequência, os tsunamis danificam os
reatores, causando uma verdadeira catástrofe, por exemplo: o desastre
de Fukushima em 11 de marco de 2011.

Será útil aumentar a produção de energia nuclear no Brasil? Analisando
a parte geológica, sim, pois o nosso país está no meio da placa
tectônica, assim quase anulando os índice de terremotos, deixando a
população mais tranquila. O outro ponto
é que o Brasil ratificou o acordo de Paris, que prevê compromissos legais para redução dos gases
do efeito estufa, principais responsáveis pelas mudanças no clima,
assim a energia nuclear entra em especulação para substituir as usinas
termoelétrica.

Caso tenha gostado, adicione 5 estrelas!
[Total: 0 Average: 0]

Comente