Redes sociais, muito cuidado com o que seus filhos postam.

Mais de 50% da população brasileira tem acesso a internet, e uma grande parte são crianças, que não tem um grande entendimento sobre os perigo das redes sociais. A internet não é um espaço tão seguro e passageiro quanto parece. Tudo que você posta é permanente e pode ser visto por pessoas de todo mundo . Já pensou que as fotos dos seus filhos na escola ou na piscina podem ser alvo de sequestradores e pedófilos? É hora de começar a pensar. Entenda o que essas pessoas procuram e como se proteger dos perigos das redes sociais. Os maiores perigos das redes sociais são as pessoas que fazem uso delas. A possibilidade do anonimato que existe na internet faz com que indivíduos mal intencionados se aproveitem da ingenuidade das crianças, ou do descuido dos pais.




É inevitável viver sem elas, pois a população mundial adquiriu as redes sociais como parte da vida, usam para trabalhar, estudar e entre outras coisas, mas sempre deve-se tomar cuidado ao se comunicar com pessoas estranhas não marcar encontro com pessoas que você só tenha visto pela a Internet e sempre tomar cuidado em compartilhar fotos íntimas, pois uma pessoa mal intencionada pode publicar para o mundo.




Uma sugestão para diminuir esses riscos é incentivar outras atividades que não utilize o computador, e permitir o uso somente quando há um responsável supervisionando.
Sempre que possível os pais devem dar uma olhada no histórico do computador, sem mexer na privacidade dos filhos. Outra dica para os pais é bloquear sites específicos, nas configurações do promovedor. A rede social sendo mau usada pode acabar perdendo seu emprego veja um caso bastante curioso.
O funcionário de concessionária demitido após curtir um post indevido. Em 2012, um funcionário de uma concessionária de motos em Jundiaí, no interior de São Paulo, foi demitido por justa causa após “curtir” no Facebook comentários feitos por um ex-colega de trabalho que ofendiam a loja e uma sócia da empresa. O rapaz entrou na Justiça, mas o Tribunal Regional Trabalhista (TRT) considerou válida a decisão da empresa.

NÃO SAIA AINDA. Você quer ser o primeiro a saber das grandes notícias? Se a resposta for SIM, salve nosso número 075 9 9879-7106 , e manda um OI no WhatsApp, tenha nossas notícias no seu WhatsApp de GRAÇA. Vai continuar mal informado?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

15 − nove =